Ajude a manter o blog. Faça sua contribuição de qualquer valor clicando no botão abaixo.

PALESTRAS E ENCONTROS

Sua paróquia ou sua comunidade precisa de formação, fale com seu pároco e entre em contato pelo e-mail: carloscasabela@hotmail.com .



quinta-feira, 13 de novembro de 2008

COMO TORNAR SE CATEQUISTA


Catequizar nos enche de alegria como também de muitas preocupações. Ser catequista não é fácil. É muito mais simples ensinar umas respostas do catecismo, para guardá-las na memória do que fazer catequese. A verdadeira catequese não é teórica, é VIDA, é ação. Programando-nos, conhecemos melhor a realidade que queremos transformar com a Palavra de Deus.

PENSEMOS COM SERIEDADE: O QUE É SER CATEQUISTA?
Quando não vemos os resultados imediatos da ação catequética pensamos que seja inútil catequizar.
Muitos catequistas começam com certo entusiasmo e nas primeiras dificuldades desistem. É necessário ter paciência e dedicação.
A catequese é uma caminhada ou uma ação contínua, como processo educativo da fé. O catequista tem como missão educar a fé de toda a comunidade para que, catequizada, seja catequizadora.
Isto requer tempo: meses, anos...
“O catequista é enviado. Sua missão possui duplo sentido: é enviado por Deus, constituído ministro da Palavra pelo poder do Espírito Santo, e é enviado pela comunidade, pois é em seu nome que ele fala. Integrado na comunidade, conhece bem sua história e suas inspirações, sabe animar e coordenar a participação de todos” (Formação dos catequistas – Estudos da CNBB – 59 – nº 46).

O CATEQUISTA É UMA PESSOA QUE:

· crê em Jesus Cristo e segue seu evangelho;
· responde à sua vocação de batizado e crismado;
· é indicado e acolhido pela comunidade. Isto quer dizer que é membro atuante e participante da comunidade e dá testemunho de vida cristã;
· busca com dedicação a formação necessária para esta missão.

- Você tem desejo de ser um bom catequista?
- Quanto tempo você dispõe para preparar-se?
- Qual a preparação que você mais gosta: a preparação pessoal ou no grupo de catequistas? Por quê?

Quando aceitamos ser catequistas tomamos consciência de que a nossa opção é uma resposta ao chamado de Jesus Cristo. Como os apóstolos, podemos continuar o projeto de Jesus: “levar a boa notícia aos pobres e libertar os oprimidos...” (Lc 4,18). A catequese nos compromete a ajudar nossos irmãos nos caminhos da fraternidade, da justiça, da liberdade e da paz. Assim podemos dizer que a nossa opção é por Cristo e pelos irmãos.
Quando avaliamos nossa catequese devemos nos perguntar se estamos buscando esses caminhos que levam a criar uma nova sociedade, segundo o Projeto de Deus.
Se a nossa catequese não caminha nesse sentido e se nos contentamos apenas em semear algumas boas idéias, algumas palavras bonitas aos nossos catequizandos, não cumprimos o que Deus espera de nós.

A IDENTIDADE DO CATEQUISTA SE FUNDAMENTA:
· no chamado por Deus,
· na vida de fé que vive e transmite,
· na maturidade humana e cristã,
· na participação da missão da Igreja a serviço da humanidade.

- Por que me tornei catequista?
- Quais são as minhas maiores dificuldades?
- Participo das reuniões e formações de catequistas?
- Preparo os encontros de catequese ou improviso?
- Assinalar três qualidades de um bom catequista?
Fonte: Folheto Ecoando 2 - formação interativa com catequistas - Editora Paulus

Um comentário:

naiele disse...

adorei esse blog sou catequista ah um tempo e todas essas informaçoes são otimas mesmo.